INDUTORES/REATORES DE BAIXA TENSÃO

INDUTORES/REATORES DE BAIXA TENSÃO

Entrada de Conversores

As reatâncias de rede geralmente operam em cooperação com conversores de energia em sistemas elétricos de baixa tensão. São normalmente instalados no lado da fonte de alimentação (antes do conversor), em corrente alternada com uma frequência principal como a componente fundamental. Os indutores de linha também se caracterizam pela grande linearidade da sua curva de indutância (L=f[I]). As reatâncias de rede são produzidas de acordo com os requerimentos das normas internacionais IEC 61558-2-20 / IEC 60076-6.

Saída de Conversores

Os Indutores para Motores são aplicados nas saídas dos conversores de frequência de baixa tensão e as correntes do motor fluem através deles. Compensam correntes com capacidade de carga-reversão no caso de cabos longos e limita, para adequados cabos compridos do motor, o du/dt nos terminais do motor, possibilitando fornecer energia ao motor com uma cablagem o mais longa possível. Os indutores para Motores são produzidos de acordo com os requerimentos das normas internacionais IEC 61558-2-20 / IEC 60076-6.

Entrada de Conversores

- Limita a taxa de variação di/dt e o impacto da comutação (chaveamento) dos conversores alimentados pelo mesmo transformador;
- Reduz o conteúdo harmônico da corrente, proporcionando:
. Aumento do fator de potência;
. Redução da corrente eficaz;
. Diminuição da distorção da tensão da rede;
. Atenuação dos transientes de subtensão ou sobretensão da rede do conversor e auxílio na ação de fusíveis ultrarrápidos.
- Classe de isolação: F (Padrão) ou B (conf. solicitação);
- Grau de proteção: IP-00 (próprio para instalação abrigada);
- Frequência: até 400HZ;
- Terminais: conectores para cabos de 1,5 a 10mm² ou terminais olhais ou barras de cobre para correntes maiores que 60A;
- Fixação por meio de base metálica.

Saída de Conversores

- Redução no gradiente du/dt da tensão nos terminais da fonte do motor;
- Cabos mais longe da fonte do motor são possíveis;
- Redução em picos de correntes capacitivas da carga-reversão e consequentemente da utilização ótima da capacidade do conversor;
- Segurança da instalação mais elevada;
- Construção compacta;
- Grau de proteção: IP-00 (próprio para instalação abrigada);
- Frequência: até 400HZ;
- Terminais: conectores para cabos de 1,5 a 10mm² ou terminais olhais ou barras de cobre para correntes maiores que 60A;
- Fixação por meio de base metálica.

Entrada de Conversores

Eles são usados no lado de entrada de um drive para protegê-lo de transientes de sobretensão. A principal função dos reatores de linha é se opor às mudanças rápidas na corrente devido as suas impedâncias.

Saída de Conversores

Os tipos padrões podem ser usados para frequências da saída do conversor de até 400Hz e frequência de chaveamento de até 3kHz.

by Natela - Soluções Web